Opinião: Uma semana negra para a polícia

Por: António Zefanias

Há dias assim, por vezes acordamos bem, por vezes não. É a vida…Só que essa máxima não se enquadra muito nas nossas autoridades.

Recentemente, o país e o mundo assistiram situações lamentáveis da nossa Polícia da República de Moçambique, em vários momentos e numa só semana.

Aquela vergonha que o “tio” Luciano, foi mesmo para arrasar, como lhe conhecemos, ele está sempre na linha da frente sobre os assuntos da cidade.

Foi um dia negro para a Zambézia que projectou mal o país, por seu turno, o país inteiro projectou-se mal para o mundo, só por causa de uma duas ou três pessoas que usaram o nome do Estado para fins inconfessáveis.

E como essas coisas há quem assume em dar o rosto, logo na semana em que o meu mano Miguel Caetano veio dar cobro o lugar do porta-voz habitual, apanhou em cheio. Miguel falou e desfalou, no fim, não falou nada sobre o que terá acontecido, porque todo viram.

No dia seguinte, tivemos aquela notícia triste de Pebane em que um garimpeiro foi baleado pela polícia, com alegacão de houve troca de tiros numa mina que, segundo a própria polícia, aquela tal mina foi concessionada a chineses.

Chineses são donos? Sim, disse Miguel Caetano, novamente. Uma tese que por exemplo a Procuradoria não “comprou”.

Horas depois, mais uma vez meu irmão Miguel, ficou sem argumentos, mas tentou se defender, dizendo que colega dele lá de Pebane é quem lhe disse.

É difícil tudo isso para uma só entidade. Tanta trafulhice, tanta falta de coordenação, tanta exposição que só pôs em causa a imagem, não só de quem fala sempre, mas também da corporação como um todo. O cumprimento da ordem de impedir por exemplo aquela passeata com os embaixadores, foi um golpe duro, porque hoje, ninguém assume esse erro, todos esconderam-se, mas infelizmente o país ficou exposto à vergonha.

E mesmo para fechar, não sei se há alguma ligação entre a demissão do senhor Ministro do Interior, Amade Miquidade com este assunto de Quelimane, mas é muita coincidência. Vamos fazer assim “Tempo e Paciência”. Não Falei Nada

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*