Mãe de Max Love : “Morte do meu filho semeou desgraça na família”

A morte do músico Max Love barbaramente assassinado por um agente da polícia, deixa ainda um misto de sentimento e fúria por parte da família que tinha aquele jovem, como sustento da família.

Fátima Vasco Abílio, declarante que esteve esta quarta-feira em tribunal disse no fim da audiência que atualmente vive de improvisos por não ter alguém que possa suportar as suas despesas.

À jornalista, a mãe do MaxLove diz que o tempo que levou para haver esse julgamento, deixa-lhe sem esperança de ver a justiça feita, pior ainda, sem a presença do réu que matou seu filho, fica mais desesperada.

Explicou ela que quando lhe foi solicitada para vir nesta audiência, pensou que iria encontrar o réu para pelo menos o conhecer como sendo este que desgraçou a família, mas infelizmente não viu, aumentando ainda a sua ira. “Peço apenas para que a justiça seja feita” – pediu a mãe de Max Love. Lembre-se que o caso Max Love, remonta desde 2014, quando uma caravana do Movimento Democrático de Moçambique, celebrava a vitória do seu candidato, Manuel de Araújo e um agente da polícia disparou contra o músico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*