Caso MaxLove: Sentença só em Novembro próximo

Terminou o julgamento do Caso Max Love(Proc. 55/2014), em que Manuel José, agente da Polícia da República de Moçambique, a data dos factos, guarda do governador, é acusado no crime do homicídio voluntário.

Nas alegações, quer o Ministério Público(MP), assim como o assistente, Ordem de Advogados(OAM), foram unânimes ao pedir ao Tribunal a aplicação da pena máxima prevista no Código do Processo Penal em crime desta natureza. Mas esta exigência não foi vista com bons olhos por parte da defesa do reu, que esgrimiu argumentos, sublinhando que o seu constituinte, não praticou o crime de forma deliberada, embora tenha reconhecido que não é essa a prática dos agentes da polícia.

Por fim, a Juíza do caso, Natércia Gerônimo, marcou para o próximo dia 9 de Novembro a leitura da sentença, perante um réu que supostamente não se sabe o seu paradeiro, mas que continua sendo agente da polícia.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*