Coronel Afonso, alerta: “Defesa da pátria não se improvisa”

O Coronel das Forças Armada de Defesa de Moçambique, Afonso Lourenço, diz que para combater o inimigo na batalha, é preciso antes fazer estudo, planificar e ter domínio da arte e ciências militares e não improvisar. 

Lourenço falava este sábado (25) à margem das celebrações de 57º do desencadeamento da luta de libertação nacional, igualmente dia das FADM, tendo sublinhado que para a defesa da pátria, isto é trazer a paz no seio da população, cabe a todos moçambicanos com alto sentido de patriotismo.

Ler mais, na versão pdf, mediante subscrição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*