Em Nicoadala: EDM sente-se prejudicada pelo roubo de material

A Electricidade de Moçambique, E.P – Divisão de Transporte Centro-Norte, num trabalho conjunto com a Polícia da República de Moçambique, apreendeu recentemente na localidade de Digodiwa distrito de Nicoadala, província da Zambézia, uma grande quantidade de material eléctrico que havia sido roubado. Trata-se cantoneiras, rolo de cabo de guarda/espias ainda novo e cabo torçado que foram encontrados numa empresa de fundição de ferro denominado HENG YE.

Do que se constatou na referida fábrica e que foi confirmado por um dos trabalhadores de nome, Alves Sebastião, o material era usado como matéria-prima na construção de alpendres, escadas e outro material usado na fábrica.

De acordo com este trabalhador, que disse ser responsável pela gestão de pessoal e facilitador de comunicação entre os donos da fábrica que são de nacionalidade chinesa e os restantes trabalhadores, o material ora recuperado era usado também para fundição. No acto de busca e apreensão levado a cabo pela Polícia da República de Moçambique em colaboração com EDM, através do Programa de Engajamento Comunitário e Departamento de Segurança, para além de material recuperado, foram detidos cinco indivíduos, sendo três de nacionalidade chinesa, donos da fábrica, e dois moçambicanos.

A EDM tem sido vitima de vandalização de material eléctrico um pouco por todo o País. Recentemente, no distrito de Nicoadala, nas imediações da fábrica em referência, foram vandalizadas dez torres que transportam energia de alta tensão, onde foram roubadas mais de 100 cantoneiras gerando um prejuízo de cerca de 700.000,00 meticais. O acto de apreensão enquadra-se no Programa de Engajamento Comunitário que está a ser levado a cabo pela EDM visando sensibilizar as comunidades e lideranças locais a contribuir na prevenção de roubo e vandalização de material eléctrico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*