Opinião: Mocuba, onde 650 e tal mil USD foram para uma machamba

Por estes dias, há um debate que virou uma autentica febre, ou seja, deixou o Coronavírus à parte e ele (O debate), tornou-se um novo vírus.

Vem a propósito do julgamento das chamadas “Dívidas Ocultas” que decorre em Maputo, aquele assunto que vocês todos conhecem. O assunto que deixou o país de rastos, onde um punhado de pessoas lesou uma pátria toda por interesses próprios.

Hoje, todos estamos na “tanga”, onde para viver precisa se reinventar.

Enfim, mas vamos brincar um pouco com esse assunto da machamba em Mocuba. Um arguido, por sinal daqui da banda, diz que recebeu algum dinheiro, por ai cerca de 650 mil dólares norte americanos e aplicou na agricultura, portanto, abriu machamba para produzir milho, gergelim, feijões e por ai fora.

Repito, 650 e tal mil dólares, não meticais e, como não consigo fazer contas, agradecia que vocês fizessem, para saber quanto vale este dinheiro em termos de meticais.

Este nosso irmão, que por sinal tem pela frente um juiz que também é nosso mano, está a deixar todo mundo de boca aberta.

Aplicou ele, estas verdinhas todas, como se diz em gíria numa machamba para produzir comida. Ora bem, mas oh mais velho, isso mesmo é real? Essa machamba era de quantos hectares e está em que zona de Mocuba?

Os mocubenses que andam nas redes sociais, dizem não conhecer e nunca terem visto vestígios de uma agricultura tão grande, que envolveu tanto dinheiro assim. Sei que ai, onde estas não conseguirá responder, mas era bom que disse de uma vez por todas ao seu mais novo Juiz que está ai enfrente onde está este grande campo agrícola.

Aplicar este dinheiro todo é mesmo ser um SUSTENTA em pessoa, portanto, a malta não precisaria de mais nada. Teríamos comida, emprego, e quiçá mais desenvolvimento naquela zona.

É preciso ser mais concreto nestas coisas, porque estamos estupefactos com os números apresentados que foram aplicados nesta tal machamba.

Os mais rápidos estão a fazer “memes”, isso não fica bem, olhando pela sua posição e grande percurso no seio da nossa “secreta”, não vale mentir.

Elucide-nos, ou seja, explique bem esse rapaz de Luabo sobre este assunto e em directo iremos ver e ouvir as suas explicações. Enfim, há coisas que só precisam Tempo e Paciência para entender. Mas eu Não Falei Nada.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*