“Seja imprudente com os dilapidadores da floresta” – pedido da SdE ao director do Ambiente

O contrabando da madeira voltou a ganhar terreno na província da Zambézia. Os relatos dos últimos dias, fizeram levantar o véu e culminou com prisões e exonerações de funcionários públicos que supostamente facilitaram o esquema de exportação da madeira em moldes não recomendados por Lei.

É a partir deste cenário sombrio que a Secretária de Estado na Zambézia, Judith Mussácula, quis pegar como exemplo, para deixar fortes recomendações ao novo director do Serviço Provincial do Ambiente(SPA), Hermenegildo Alide que foi empossado na última sexta-feira, em substituição de Tito Alcides.

Na ocasião, Mussácula diz esperar do novo director, um plano concreto para travar o contrabando dos recursos florestais, sobretudo a madeira nesta província. De acordo com a SdE, o sector deve ser imprudente contra os prevaricadores da Lei, aqueles que pilham riqueza sem obedecer os ditames da lei, dai que, Alide(novo director), tem este grande desafio.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*