Caso Manuel de Araújo: Lobo e Albuquerque insistem nos 7 milhões

Na última sexta-feira (14), a 3a Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Quelimane, voltou ao julgamento do chamado “Caso Manuel de Araújo”, que envolve o edil e seus antigos colegas do Movimento Democrático de Moçambique, nomeadamente José Lobo, até a data dos factos, deputado da Assembleia da República e Domingos de Albuquerque, ex-presidente interino do Conselho Municipal de Quelimane.

Lobo e Albuquerque insistem na indemnização de 7 milhões de meticais pelo facto de, segundo eles, Manuel de Araújo tê-los difamado em 2019, aquando da tomada de posse quando alegadamente apontou aqueles dois membros do MDM como sendo os que tentaram o assassinar.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*