Incidente da LAM em Quelimane: Erro humano e pista curta-conclui o relatório

Quase 3 meses após incidente aéreo, que culminou com derrapagem da aeronave para fora da pista do Aeródromo de Quelimane, o relatório divulgado, esta quarta-feira(12), aponta como uma das principais causas, o erro humano. A este facto, a Autoridade de Aviação Civil associa ventos fortes, chuva e pista molhada e pequena para a dimensão do avião.

Citado pela Miramar, as entidades dizem que não foram detectados problemas mecânicos na aeronave. Outrossim o relatório indica falta experiência dos tripulantes para a aeronave e pista curta. 

João de Abreu, Presidente do Conselho de Administração da Autoridade de Aviação Civil, diz que a investigação recomenda a operadora, LAM, a fazer uma análise exaustiva sobre a utilização deste tipo de aeronave em pistas de dimensão reduzida. A aeronave que transportava 99 passageiros e 5 tripulantes não causou danos humanos.

Reveja o video na nossa página do facebook.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*