UIR controla vila sangrenta de Alto Molócuè

Conforme fomos dando a conhecer (nossas plataformas sociais), a vila municipal de Alto Molócuè na Zambézia, a população saiu a rua exigindo a libertação de supostos jovens sequestrados por uma cidadã, residente naquela vila municipal.

Foram longas horas de tensão entre a população e a polícia. Houve disparos de gás lacrimogéneo, balas reais que, infelizmente conforme fez saber o porta-voz da polícia nesta parcela do país, Sidner Lonzo três pessoas perderam a vida na sequência destas supostas balas perdidas.

Falando à jornalistas na manhã desta sexta-feira (16), Lonzo explicou que os populares desconfiavam que a referida cidadã tivesse raptado os tais jovens, mas que na verdade não houve nada disso, acreditando que houve uma informação falsa.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição

1 Trackback / Pingback

  1. Quinta-feira anoite em Quelimane: Empresário de eventos sequestrado em café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*