Covid-19 força adiamento da maior festa cultural de Quelimane “Carnaval”

O aumento do número de casos da pandemia do coronavírus que Moçambique regista fez com que as autoridades municipais adiassem a realização do Carnaval que geralmente ocorre no mês de Fevereiro.

De acordo com o Vereador da Cultura, Juventude e Desportos no Conselho Autárquico de Quelimane, após uma analise profunda e sabendo que o país vive um estado de calamidade pública, ficou claro que a melhor saída era adiar a maior festa cultural da rua que Quelimane tem tido.

Jonatan Suleimane explicou ao Diário da Zambézia que devido a enchente que tem caracterizado o Carnaval seria imprudente realiza-lo neste período o que poderia possivelmente ser um foco de propagação massiva da Covid-19.

Mas, ainda há esperança de ver realizado o Carnaval, conforme deixou ficar Jonatan.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*