Autarquia de Mocuba em banca rota: há um buraco de 4 milhões

Por estes dias, não há paz na autarquia de  Mocuba, por conta da falta de pagamento de salários aos membros da Assembleia Autárquica e também aos Vereadores do executivo de Geraldo Sotomane.

Em causa, está a suposta falta de dinheiro para cobrir essas despesas, situação que fez com que o edil Sotomane recorresse ao banco para contrair um empréstimo de 4 milhões de meticais, conforme o documento exclusivo que o Diário da Zambézia teve acesso.

A crise arrasta-se desde Novembro do ano passado e não sabe como é que uma autarquia que sempre se vangloriou em ser “top” em termos de colecta de receitas chegou a banca rota e não conseguir pagar salários.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*