Grupo de poupança tranca casa da tesoureira por desvio de dinheiro

Uma anciã que se presume que tenha 60 anos de idade, vive desamparada desde último domingo, porque a sua residência foi trancada por um grupo de poupança em que ela é membro no bairro Cololo-Massupada, arredores da cidade de Quelimane.

O encerramento da casa,  surge pelo facto da referida anciã, cujo nome não tivemos acesso e que é (era) tesoureira do grupo composto por 30 membros, ter supostamente desviado cerca de 60 mil meticais no final do ano passado, dinheiro que para era para ser repartido conforme as regras definidas pelo grupo.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição.

1 Comentário

  1. Realmente os membros do grupo procuram minimizar o problema com algum bem. Oh. Pacientemente.
    Tive acesso ao texto completo na edição de 13 de Janeiro. Vale apenas ler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*