Dois anos fora da função: ex-director de escola mantinha senha do E-SISTAF

Para além de manter consigo a senha do E-SISTAF, plataforma usada para o processamento de salários na função pública, o ex-director da Escola Primária Completa do Projecto em Gurúè na Zambézia, também é acusado em ter recebido salários sem exercer o cargo de chefia por um período de dois anos.

Em relação a senha do E-SISTAF, sabe-se que a chefe da secretaria na mesma escola era a cúmplice nessa engenharia toda.

O processo conforme soube o Diário da Zambézia foi encaminhado ao Ministério Público(MP) para os devidos efeitos.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição  

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*