Polícia pede dinheiro para encobrir roubo de combustível

Três agentes da Polícia da República de Moçambique afectos ao Comando da Zambézia, são acusados de terem se envolvidos em actos de envolvimento e encobrimento de crime de roubo de combustível numa empresa, protagonizada por agentes de segurança que guarnecem aquela instituição.

Os agentes, de acordo com o Chefe do Departamento de Relações Públicas, Miguel Caetano são indiciados em ter pedido cerca de 30 mil meticais para deixar que os ladrões fossem à sua vida.

O caso aconteceu no final de semana e os agentes de segurança confessam o crime, dai que Caetano diz que há um expediente lavrado contra estes agentes de segurança e também para os seus colegas.

Ler mais em versão pdf, mediante subscrição

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*