Covid-19 no IFP de Alto Molócuè: autoridades confirmam mas violam protocolo

Depois que o Diário da Zambézia publicou na sua versão electrónica que uma formanda do Instituto de Formação de Professores de Alto Molócuè, havia acusado positiva da Covid-19, o governo provincial, sobretudo o sector de Saúde, ficou no silêncio, evitando falar à imprensa.

Mas como a verdade é como fruta madura, cai por si, eis que nesta quinta-feira(03), a saída do encontro de divulgação dos resultados do inquérito sero-epidemiológico realizado em Quelimane, Isaías Marcos chefe do departamento de Saúde no Serviço Provincial de Assuntos Sociais, confirmou em EXCLUSIVO ao DZ a existência de um caso positivo no IPF.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição  

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*