Sinistro da Citylink: uma das vítimas era professora

O acidente desta terça-feira(ver edição anterior), que envolveu o autocarro da companhia  CityLink,  deixou vazio no seio familiar e também profissional.

Uma das vítimas que perdeu a vida no local, era um professora que lecionava na Escola de Mococora, localidade de Namacata, cerca de 12 km da cidade de Quelimane. Há 9 meses que era professora, saído da Escola de Maria Rua, portanto, não tinha um ano. Era professora da 5a classe, tendo feito Administração e Gestão Escolar e estava em vias ser indicada pedagógica.

Sabe o Diário da Zambézia que, a malograda que se chamava Georgina José Alfândega, morreu no local e deixou uma menina de 08 anos, a qual foi acolhida por familiares.

De fontes, sabemos que a professora Gina saia da Beira, mas infelizmente, quis o destino que a vida dele e um percurso académico terminasse há cerca de 60 km de Quelimane, onde morava. Deixou uma filha só, que jamais voltará a ter uma mãe a qual partiram juntos do Chiveve, bem coladinhas ao colo, mas não deu para mais. A professora Gina também deixou um vazio nos colegas. O perfil dela tem dois traços, segundo o director da escola: Humilde e sempre ao dispor do trabalho.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*