Sidat elogia organização do Matchedje de Mocuba

O Presidente da Federação Moçambicana de Futebol(FMF), Feizal Sidat, visitou na última semana a província da Zambézia, no âmbito do seu périplo à zona centro do país, neste período em que o país não está acolher nenhuma competição desportiva.

Nesta parcela do país, Sidat visitou as cidades de Mocuba e Quelimane, respectivamente e por sinal, os maiores círculos desportivos da província.

Em Mocuba, o presidente da FMF, escalou o Clube dos Desportos do Matchedje, o representante da Zambézia no Moçambola deste ano. Aqui, face as evidências organizacionais encontradas, Sidat “tirou-chapéu”. Tudo o que ouvia(coisas más) nos bastidores  sobre os “militares”, comprovaram o contrário, visto que o Matchedje tem por si uma sede própria, meios circulantes, entre outros bens que permitam uma participação condigna no Moçambola-2020, caso se retome.

Mas nem tudo foi um mar de rosas em Mocuba, Feizal Sidat não gostou do que viu em relação ao Complexo Desportivo de Mocuba, sobretudo no que tange a reabilitação do campo de futebol, Megri Pires. Aqui, o presidente diz não compreender que até então, aquelas obras não tenham terminado, visto que o financiador,  a FIFA, deu dinheiro necessário para pôr em marcha este projecto.

Em Quelimane, o presidente da Federação Moçambicana de Futebol visitou clubes como Sporting, Ferroviário e Benfica para se inteirar dos níveis de funcionamento e organização no futebol. No fim, Sidat foi pousar com Manuel de Araújo, presidente do Concelho Autárquico de Quelimane, onde trocaram várias impressões sobre o futebol na cidade de Quelimane.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*