Justiça chama arguidos do “Caso Agricultura”

O Tribunal Judicial da Província da Zambézia, voltou a chamar para as alegações finais, os arguidos do “Caso Agricultura”, que envolve o antigo director provincial do sector, um funcionário da Unidade Gestora e Executora de Aquisições(UGEA) e um empresário.

Eles são acusado pelo Ministério Público(MP) no desvio dos cofres do Estado de Dois Milhões de meticais, dinheiro que alegadamente seria usado numa prestação de serviços, mas que na verdade, de acordo com MP, nada disso foi feito. Aliás, os arguidos já haviam sido presos em 2017 e foram libertos mediante pagamento de caução e Termo de Identidade e Residência.

Ler mais na versão pdf, mediante subscrição

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*