Violação e gravidez de risco: Juíza ignorou tudo e salvou enfermeiro

Finalmente já foi conhecida a sentença do enfermeiro que violou uma menor em Morrumbala na Zambézia em Março último. A menina, era mentora numa Organização Não Governamental e fazia actividades na Unidade Sanitária onde o enfermeiro estava afecto.

Nesta violação, surgiu uma gravidez que é considerada de risco, conforme um documento médico. Nesta terça-feira(02), o Tribunal Distrital de Morrumbala, proferiu a sentença, dando razão à família. O enfermeiro-violador, deve estar respirar de alívio, porque a Juíza do caso “passou um paninho quente” nas costas, dando-lhe uma moldura penal de 1 ano e 5 meses de prisão, convertidos em multa e ordenou ainda, a indeminização da família da vítima em 25 mil meticais.

Esta decisão tida como leve demais, não agradou a família que infelizmente vê a sua filha com o futuro comprometido, visto que a gravidez, de acordo com o mesmo documento que fazemos menção, representa um risco na vida da menina, dai que, foi orientado que haja um acompanhamento permanente no Centro de Saúde local.

Recorde-se que é a mesma Juíza de Morrumbala que neste ano ainda, num outro caso de violação, deu uma  moldura penal longe do que as leis dizem, deixando os juristas de boca aberta.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*